associe-se a apeam
Curitiba/PR, Sexta, 18 de Setembro de 2020

Conheça o dia a dia de uma engenheira ambiental no setor industrial

« voltar

O controle ambiental é o ato de influenciar as atividades humanas que afetam a qualidade do meio onde vivemos. Os métodos podem ser diretos ou indiretos, como com a instalação de equipamentos que minimizam ou eliminam o lançamento de efluentes contendo substâncias nocivas à saúde da população e ecossistemas ou por meio da formulação de leis que orientem a operação de atividades potencialmente poluidoras.

O engenheiro ambiental é um profissional que aborda o controle de atividades potencialmente poluidoras de maneira sistêmica e holística, resolvendo problemas e planejando ações para que efeitos adversos não venham a ocorrer.

A Associação Paranaense dos Engenheiros Ambientais - APEAM, convidou a engenheira ambiental Wislaine Bonfim para compartilhar um pouco da sua experiência.

A Wislaine é Engenheira Ambiental formada pela Universidade Estadual do Centro-Oeste – UNICENTRO no ano de 2018, possui Pós Graduação em Engenharia e Gestão Ambiental, já atuou no órgão ambiental estadual diretamente no setor de licenciamento de atividades potencialmente poluidoras e atualmente está como Coordenadora de Meio Ambiente de uma indústria alimentícia.


Confira o depoimento dela abaixo e sobre as possíveis atuações dos profissionais de engenharia ambiental dentro da indústria:

No dia a dia da indústria, realizo o acompanhamento da operação da Estação de Tratamento de Efluentes de uma indústria de fabricação de alimentos para restaurantes, onde o principal contaminante é a matéria orgânica elevada, devido a geração de sangue e gordura no processo produtivo. O tratamento aplicado ao efluente é composto por um sistema físico-químico e biológico, no qual é monitorado pH e oxigênio dissolvido diariamente e, bimestralmente, monitoramos diversos parâmetros estabelecidos na licença de operação, outorga de lançamento e legislação pertinente, como DBO, DQO, sólidos sedimentáveis, óleos e graxas, nitrogênio amoniacal, fósforo, dentre outros. Além de análises da qualidade da água no corpo receptor desses efluentes, onde são analisados oxigênio dissolvido, DBO, DQO, pH, temperatura e sólidos suspensos. Essas análises para entrega ao órgão ambiental fiscalizador são realizadas por laboratório credenciado.

Da mesma forma que monitoramos a qualidade do efluente para lançamento no rio, tenho que acompanhar os efluentes atmosféricos para lançamento na atmosfera. Há na indústria duas caldeiras para geração de vapor à produção e dois queimadores para forno. Conforme estabelecido na licença ambiental e legislações pertinentes, um laboratório acreditado pelo órgão ambiental realiza a amostragem de gases (CO, NOx, Oxigênio e temperatura).

E se der algum parâmetro fora?? É um indicativo de problema nas operações, por exemplo, uma das fontes de emissões atmosféricas extrapola o limite de lançamento de CO, e preciso observar como está sendo realizada a operação do equipamento, se o queimador está regulado, se a proporção de ar/combustível está adequada, etc. Então são vários fatores que podem influenciar, por isso, é necessário ter uma visão global do processo/atividade para tomada de decisões de correção.

Um dos fatores muito importantes no controle da poluição ambiental é o controle da água de abastecimento da indústria, tanto a qualidade como a quantidade, pois é fundamental ter um processo de tratamento adequado para o abastecimento humano, para uso no processo e também nas caldeiras. Para isso, na indústria onde atuo foi implantado um sistema de tratamento avançado, composto por abrandadores e osmose reversa, onde acompanho a qualidade de água e as vazões de operação.

Quanto ao gerenciamento de resíduos, atuo desde a avaliação do destino final para cada tipo de resíduo e a contratação dos fornecedores até a emissão de MTR – Manifesto de Transporte de Resíduos, controle de CDF - Certificado de Destinação Final, visando rastrear a destinação final dos resíduos para certificar-me que os mesmos estão tendo destinação ambientalmente adequada. Visando auxiliar nesse processo realizo auditorias internas nos fornecedores para conhecimento da realidade local. Além da aplicação de treinamentos para os colabores para adequada segregação dos resíduos in loco."


*Este conteúdo foi produzido pela equipe da APEAM em conjunto com a engenheira ambiental Wislaine Bonfim! Se você também quer contribuir e compartilhar conhecimento na área ambiental, entre em contato com a gente!